17 de janeiro de 2019

UFG publica edital de matrícula das 6.450 vagas para 2019 pelo Sisu

Os candidatos interessados em estudar na universidade devem se inscrever, online, de 22 a /01/2019

A Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgou, nesta terça-feira (15), o edital que orienta o ingresso de novos estudantes nos cursos de graduação da instituição em 2019 por meio do processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Os candidatos interessados em estudar na universidade devem se inscrever, online, de 22 a 25 de janeiro, pelo site do Ministério da Educação. São oferecidas 6.450 vagas, divididas em 146 cursos e quatro regionais: Catalão, Goiânia, Goiás e Jataí.

Para se inscrever, é necessário que o candidato tenha realizado a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, pois a seleção é feita com base nas notas obtidas no exame anterior ao ano de ingresso. O resultado da 1ª chamada será divulgado, online, no dia 28 de janeiro, e o candidato deve confirmar se ficará com a vaga até o dia 04 de fevereiro.

A instituição orienta ainda que aqueles que não foram aprovados na primeira chamada devem se inscrever na lista de espera, entre os dias 28 de janeiro e 04 de fevereiro, no site do Sisu/MEC. Para participar das próximas chamadas, os candidatos que se inscreveram na lista de espera do MEC devem agora manifestar interesse nas chamadas subsequentes no site da UFG, de 07 12 de fevereiro. O acompanhamento dos prazos e dos locais de matrícula são de responsabilidade do candidato.

A UFG destaca ainda os candidatos que tiverem seus nomes publicados na lista da 1ª chamada, independentemente de ser para o curso de 1ª ou 2ª opção, não serão convocados novamente.

Cotas

A UFG reserva 50% das vagas para o sistema de Cotas. Os 50% das vagas restantes permanecem para ampla concorrência. Das vagas reservadas, todas para estudantes de escola pública, metade será destinada para estudantes com renda mensal familiar de até um salário mínimo e meio.

O preenchimento das vagas deve levar em conta ainda, critérios étnico-raciais e da condição de deficiência, segundo dados estatísticos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os candidatos que desejam concorrer pela reserva de vagas devem atentar-se à necessidade da documentação complementar comprobatória. Além disso, a verificação dos requisitos é realizada durante a matrícula presencial pelas Comissões de Escolaridade, de Verificação da Condição de Deficiência, de Análise da Realidade Socioeconômica e de Heteroidentificação.

Fonte; O Popular