20 de junho de 2012

'Só tenho a lamentar', diz Iris sobre saída de Vanderlan do PMDB

“Só tenho a lamentar”, resumiu o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB) ao comentar a saída de Vanderlan Cardoso do partido nesta quarta-feira (20/6). Iris também afirmou que a legenda mantinha a intenção de lançar Vanderlan candidato ao governo do Estado em 2014.

 “Essa posição ainda é mantida no partido. Mas só tenho a lamentar”, resumiu Iris 
O namoro de Vanderlan com o PMDB durou pouco mais de um ano. A convite do próprio Iris, o empresário e ex-prefeito de Senador Canedo se filiou na legenda no dia 16 de junho de 2011. Porém, sinais de insatisfação começaram a aparecer logo nos primeiros meses de casa nova.
Segundo pessoas próximas a Vanderlan, o PMDB não estava cumprindo com o que foi oferecidoquando o ex-prefeito de Senador Canedo deixou o PR para se ingressar na sigla. Vanderlan também buscava o cargo de presidente estadual do PMDB para montar a base que lhe daria sustentação na eleição de 2014.
“Não vou comentar isso que estão dizendo de insatisfação”, respondeu Iris sobre as justificativas apresentadas por Vanderlan para deixar o PMDB. O empresário também havia identificado desejo de Iris de disputar o governo na próxima eleição estadual.
Candidato ao governo do Estado com 500 mil votos em 2010, Vanderlan agora procura um partido pequeno para se filiar e manter o controle, visando a formação de sua base política. Nos bastidores ele tem conversado com PSC e PDT.
Fonte: l A Redação