27 de fevereiro de 2020

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Catalão evitaram a entrada de drogas no presídio, na manhã desta quinta-feira

 
O indivíduo suspeito de ter arremessado os entorpecentes por cima do muro da UPR fugiu do local sem ser identificado.
 
De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os servidores que estavam nas guaritas avistaram o momento do arremesso.
 
De imediato, foi realizada a contenção dos entorpecentes antes que as 72 gramas de substância análoga à maconha chegasse à destinação final. Os entorpecentes estão à disposição das autoridades competentes para os devidos fins.
 
Procedimentos administrativos internos foram abertos para apuração do fato e aplicações aos destinatários dos ilícitos das sanções disciplinares cabíveis em lei.
 
A interceptação é resultado da aplicação de um conjunto de medidas estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a DGAP para garantir a segurança em ambientes carcerários goianos.
 
Fotos:DGAP / Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)