12 de dezembro de 2018

Repasse de até R$ um milhão para o CRAC de Catalão e reajuste na taxa de iluminação pública é aprovado pela maioria dos vereadores.

Nesta terça-feira 11 de dezembro, foi realizada a 48ª Sessão Parlamentar da Câmara Municipal de Catalão, a penúltima sessão ordinária do ano de 2018. Foram apresentados dois Projetos de Lei de autoria do Prefeito Municipal Adib Elias (MDB): Um deles autoriza o município de Catalão a conceder subvenção financeira ao Clube Recreativo e Atlético Catalano (CRAC) de até R$ 1 milhão de reais, a serem investidos nas demandas do clube para a disputa do Campeonato Goiano 2019. Já o outro Projeto de Lei de destaque é o de número 93 que autoriza o município a fazer reajustes na taxa de iluminação pública.

Ao mesmo tempo em que aprovam tais projetos, outras áreas como a educação e a saúde ficam a mercê do destino. Vale relembrar o tempo que os funcionários da Santa Casa de Catalão ficaram sem receber seus honorários e também a grande probabilidade da Unidade de Pronto Atendimento Dr. Jamil Sebba (UPA) ser fechada.

A população fica um pouco apreensiva, uma vez que a Prefeitura Municipal de Catalão de certa forma pressionou as cidades vizinhas, para que estas auxiliassem na manutenção da Santa Casa de Catalão, chegando até a restringir alguns atendimentos, devido a uma situação financeira que estava passando. E ao mesmo tempo repassa esse montante a um time de futebol.

É importante ressaltar que esses projetos foram colocados à votação sem o conhecimento da população, chegando ao afogadilho e já sendo apresentados e devidamente aprovados pela maioria dos vereadores que ali se encontravam, com exceção dos parlamentares que compõe a oposição: Vereadores Sousa Filho (PSD), Marcelo Mendonça (REDE), Rosangela (PSDB) e Paulo Moreira do Vale (DEM).

Vale lembrar também que não foi feita a prestação de contas do dinheiro repassado ao time do CRAC no ano de 2017, ano em que o time foi rebaixado no campeonato goiano. E o investimento desse ano poderia ser revertido em outras áreas que estão calamitosas, tais como educação e saúde ditas anteriormente, e também, zelar pelas ruas de nossa cidade. Cujas ruas, algumas estão intransitáveis devido aos buracos e má sinalizações.
Fica uma pergunta a toda a população: Para onde irá o dinheiro arrecadado com o reajuste na taxa de iluminação pública?

Vereadores que foram a favor dos projetos e contra a população. 
Cleuber Vaz (PTC)

Leonardo Bueno  (PSB)

Daniel Floresta (PMDB) 

Caçula (PMDB)

Silvinha ( PROS) 

Vanderval Florisbelo (PMDB)

Cláudio Lima (PMDB)

Deusmar Barbosa (DEM)

Pedrinho ( PSD) 

Rodrigão (SD)

Marcão da Coruja (PRP)

Jair Humberto (PROS) 

Luiz Pamonheiro (PRB)