18 de novembro de 2018

Prefeito de Catalão proíbe programa de solidariedade em sua emissora.

Mais uma vez o prefeito da Cidade de Catalão vem mostrando que não gosta de “pobre”. Nesta última terça-feira 13 de novembro, foi emitida uma carta para a rádio Liberdade FM, na qual ele é um dos proprietários.

As informações recebidas pela reportagem do Blog Diante do Fato relatam que na carta estava proibindo o radialista e vereador Cláudio Lima a fazer seu programa de solidariedade. Programa este, que vai ao ar todas as quintas feiras.

Nesta carta enviada estava descrito que a partir desta data havia duas opções a serem tomadas: Ou o programa saia do ar, senão o radialista teria que deixar à emissora. Após ser informado, Cláudio Lima se despediu no ar falando que não iria mais apresentar programa “Ação repórter”.

O conteúdo da carta dizia ainda que o programa estava mostrando a todos os ouvintes que a cidade de Catalão tem pessoas passando por dificuldades, pessoas humildes que não tem o que comer em casa e o programa estaria mostrando essa dura realidade.

A prefeitura quer passar a todos que está tudo bem, só que na verdade não está. E isso estaria incomodando o atual prefeito, além disso, mostra a inoperância e a incompetência da primeira dama de Catalão, a qual usa a ação social para servir de cabine de emprego e sequer ajuda quem realmente precisa.

É importante salientar que após o ocorrido e a despedida do apresentador, o programa não foi mais ao ar e há informações que ele já está com martelo batido e irá apresentar seu programa pela rádio “Top Fm”. E referiu não estar mais participando do grupo político do prefeito, que seguiria de forma independente.

Em sua página do Facebook o apresentador e vereador Cláudio Lima deixou a seguinte mensagem:

“Aguardem. Meu trabalho sempre foi e será zelar pelos mais necessitados da nossa querida Catalão. Novidades vêm por aí”.

Vamos aguardar mais capítulos dessa grande novela…