29 de maio de 2020

PM PRENDE EM FLAGRANTE, SUSPEITO DE ATEAR FOGO EM MULHER DE 32 ANOS EM CATALÃO

 
 
A tentativa de feminicídio correu na madrugada dessa sexta-feira (29), em uma residência na Rua 98 esquina 109, no bairro Castelo Branco, onde companheiro da vítima, uma mulher de 32 anos de idade, teria jogado álcool nela e ateado fogo, a qual teve queimaduras em 70% do seu corpo, sendo necessária a sua transferência para o HUGOL, em Goiânia, capital de Goiás.
 
A prisão do suspeito, um homem de 35 anos de idade, se deu após o serviço de inteligência da Polícia Militar de Catalão (P2) iniciar o monitoramento locais frequentados pelo suspeito, como por exemplo a casa de familiares, inclusive a casa de uma de suas irmãs, onde estiveram os policiais, e a partir das diligências com revista domiciliar no local, não sendo localizado nada. Na sequência, de acordo com os policiais, a irmã do suspeito teria ficado apreensiva e preocupada, fechando a residência e saindo às pressas.
 
Os policiais percebendo a reação da irmão do suspeito, os policiais fizeram o acompanhamento dela, fazendo-se assim, o seu monitoramento, desde o momento em que ela deixou sua residência, localizada na Rua Posse, até a Vila Chaud, e na Rua Ademar Camargo, a irmã dos suspeito adentrou na casa de sua avó, avisando que a polícia estava a sua procura, o suspeito já tinha arrumado suas coisas para fugir, mas foi impedido pelos policiais no momento em que deixava a residência da sua avó.
 
Após ter sido efetuado a prisão, os policiais levaram o suspeito até o local do crime, onde a polícia recolheu um frasco de álcool, isqueiro, possivelmente usados para atear fogo na mulher.
 
De acordo com o Comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar – Batalhão Pirapitinga, o homem de 35 anos, com passagens por roubo, lesão corporal, ameaça e porte ilegal de arma, foi preso em flagrante e encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil, onde até o fechamento dessa matéria, estava sendo autuado por tentativa de feminicídio. A pena prevê para esse tipo de crime, de 12 a 30 anos de prisão.
Fotos: Thiago Ferreira  – Blog Diante do Fato