4 de fevereiro de 2021

OPERAÇÃO CONJUNTA ENTRE POLÍCIA MILITAR E POLÍCIA CÍVIL PRENDEM 4 SUSPEITOS DE FURTAREM MAIS DE R$ 1 MILHÃO DE REAIS EM CHEQUES E DINHEIRO EM LOJA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, EM IPAMERI

O caso aconteceu na última terça-feira (02/02), em uma loja de materiais de construção, em Ipameri, cidade do sudeste goiano localizada a 62 quilômetros de Catalão.

De acordo com informações apuradas, o proprietário do estabelecimento teria desconfiado de um homem que estava no interior da loja e saiu com uma sacola, foi até o escritório, sem ter constatado nada de anormal naquele primeiro momento, chegando ele a acompanhar o homem, mas o perdendo de vista.

No final da tarde, um dos seus filhos chegou ao estabelecimento, o qual é responsável pelo departamento financeiro da loja, o qual percebeu o desaparecimento de três envelopes, os quais, ele acreditava ter cheques que somavam o montante de R$ 700 mil reais e mais R$ 30 mil reais em dinheiro em espécie.
Diante da confirmação do furto, os proprietários buscaram imagens das câmeras do circuito de monitoramento da loja, sendo três os suspeitos de terem levado o dinheiro, que após feito o levantamento, constou-se que os larápios teriam levado mais de R$ 1 milhão de reais entre cheques pagos por seus cliente e mais uma quantidade significativa em dinheiro vivo.

A Polícia Militar então foi acionada, e de acordo com informações não reconheceu nenhum dos suspeitos vistos nas imagens. No mesmo dia do crime, vários cercos foram montados com o objetivo de localizar e prender os suspeitos, porém, as forças policiais não obtiveram êxito na operação, e orientando as vítimas a procurarem a Polícia Civil.

PRISÕES DOS SUSPEITOS

O Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) – 18º Batalhão de Polícia Militar, com apoio da Polícia Cívil de Ipameri fizeram o trabalho de rastreio da quadrilha, descobriu-se que a quadrilha estaria aqui em Catalão, sendo quatro pessoas sendo detidas em uma casa na Avenida Cristiano Victor, onde estavam escondidos.

O Tenente Vinícius Roldão, disse que a quadrilha são do Belém do Pará, usavam um Fiat Arco, e faziam utilização de documentos falsos, explicando que ele que parte do dinheiro furtado da loja de materiais já foi recuperado, e que os demais cheques depositados em diversas contas bancárias já estão sendo rastreados para o resgate dos valores.

 

A prisão dos quatro elementos, impossibilitará que quadrilha faça novas vítimas tanto em Catalão, quanto em cidades da nossa região.

Escrito por: Badiinho Filho / Com Informações do Blog Diante do Fato