4 de março de 2020

Mais que duplica número de reparos em oficinas por conta dos buracos em Catalão

 
O número de clientes que têm buscado reparos nos veículos em oficinas mecânicas de Catalão por conta da quantidade de buracos nas ruas mais que duplicou em alguns estabelecimentos, neste período chuvoso. Há locais, inclusive, onde condutores se apropriaram da calçada para tentar fugir do problema.
 
Gerente de uma oficina mecânica, no bairro São Francisco em Catalão, aponta o que ele chama de situação asfáltica deteriorada como fator determinante para o acréscimo no número de clientes. “Sempre aparece gente reclamando que sofreu uma colisão por conta de buraco na pista”, relata. Somente no mês de fevereiro, o número de veículos atendidos, segundo ele, foi de 40 carros, mais de 20 veículos era de proprietários que tiveram problemas em decorrência de quedas em buracos. Além das vias urbana , os Catalanos sofrem com as rodovias que corta a cidade, como a Go-330, Pires do Rio, Urutaí, Ipameri, Catalão, Ouvidor e Três Ranchos. 
 
Os principais veículos danificados que chegam ao local, tem problemas na suspensão, sobretudo em peças como amortecedor e pivô, rodas amassadas e pneus furados. “O tamanho do prejuízo depende de cada caso, mas a principal dificuldade encontrada pelos clientes são problemas que fazem com que o motorista tenha de parar o carro para arrumar, porque não tem jeito de rodar.
 
Outro grande problema é no Distrito Mínero-Industrial de Catalão (Dimic), administrado pela CODEGO esta intransitável, os buracos tomaram conta das vias, muitos trabalhadores e estudantes estão com dificuldades, já que o local é de grande movimentação, de carros , motos e principalmente de carretas.