20 de junho de 2012

Vanderlan deixa PMDB contrariado com Iris Rezende

Filiado ao PMDB há um ano, o ex-candidato a governador de Goiás, em 2010, pelo PR Vanderlan Cardoso deixa oficialmente hoje o partido. Ele ainda não tem destino certo. Sai descontente com a cúpula peemedebista no Estado e depois de percorrer quase todo o Estado se apresentando como pré-candidato ao governo em 2014.

Vanderlan vinha mostrando contrariedade com os rumos do partido, em especial com o ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende.

Uma delas, não ter assumido o comando da legenda, como prometido na filiação. Outra, a evidência cada vez mais forte de que o candidato do PMDB em 2014 deverá ser mesmo Iris, mais uma vez. O empresário sai para buscar outro caminho.

Ele deverá se afastar também do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT). Paulo tem excluído Vanderlan das conversações para sua reeleição e não teria, ainda, cumprido acordos firmados do ano passado para cá.

O objetivo de ser candidato ao governo, garante pessoas próximas a Vanderlan, continua vivo.

Veja nota de sua assessoria chamando anunciando sua saída:

Vanderlan Cardoso deixa o PMDB

O ex-prefeito de Senador Canedo e empresário Vanderlan Cardoso entregou hoje pela manhã sua carta de desfiliação do PMDB. O desligamento oficial do partido foi feito no Diretório do PMDB de Senador Canedo, onde o empresário assinou, no dia 16 de junho de 2011, sua ficha de filiação.

Vanderlan Cardoso estará à disposição da imprensa para explicar os motivos de sua desfiliação em entrevista coletiva às 14 horas desta quarta, 20, no Adress Hotel, em Goiânia.

Fonte: Diário de Goias