31 de maio de 2012

Estamos muito desesperados e queremos sua ajuda!!!!

Fomos aprovados num concurso publico para enfermeiro na cidade de Catalão-GO no ano de 2011. Segundo o edital o concurso era para preenchimento de 1 vaga e mais 3 de reserva técnica. Eles fizeram a nomeação do 1º lugar no ano passado. No dia 28 de Março depois da aprovação de uma lei (12/03) que criava mais 20 vagas efetivas para o cargo de enfermeiro, foi feita a convocação e publicação no diário oficial do Estado de Goiás de 15 candidatos aprovados no referido concurso. Entregamos todos os documentos pedidos, e alguns candidatos ate foram obrigados a pedir exoneração de seus empregos devido motivo que a Prefeitura não receberia os documentos daqueles que possuíssem outro vinculo publico, sendo necessário a entrega do termo de pedido de exoneração. Fizemos os exames médicos admissionais e entregamos o atestado medico no setor responsável. No dia 20 de março para nossa surpresa, houve uma publicação da prefeitura, onde a mesma cancelava nossa nomeação. Quando fomos a prefeitura, nos foi dito que a nomeação havia sido cancelada e que isso havia ocorrido devido uma recomendação do Tribunal de Contas do Município na cidade de Goiânia, que disse que não poderíamos ser empossados devido motivo que a quantidade de vagas era apenas 1 e 3 de reserva técnica. Fizemos buscas sobre a legislação sobre reserva técnica, e não encontramos nada que fosse condizente com a explicação que nos foi dada, ou seja, não encontramos nada que diz ser proibido nomear acima da reserva técnica, se existe o número de vagas para ser preenchida. Procuramos o TCM em Goiânia e nos foi dito que era apenas uma recomendação. O secretário de Administração da prefeitura nos disse que o TCM não emitiu nenhum documento com relação a isso, e o secretário ainda nos disse não se lembrar do nome da pessoa que lhe atendeu. A prefeitura diz que está do nosso lado, mas não se movimenta. Fomos muito maltratados e eles simplesmente nos ignoram.. Houve pessoas que mudaram para a cidade devido essa convocação e agora estão aqui sem emprego e com um vínculo de aluguel a ser pago…

Gostaríamos muito que vocês colocassem nossa matéria no ar e se pudessem nos ajudar ficaríamos muito gratos…. Estamos desesperados e queremos nossos direitos…

A propósito, a prefeitura colocou o SAMU em funcionamento sem enfermeiros fixos… Ela dispôs(quase que obrigou que fosse feito) horas extras para os enfermeiros do quadro efetivo… Com isso eles estão trabalhando mais de 60 horas semanais que é o permitido pela Constituição Federal….. Além do que há enfermeiros insuficientes para todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade…