15 de julho de 2020

Em Catalão, servidor penitenciário frustra a entrada de celulares na UPR

Um servidor da Unidade Prisional Regional (UPR) de Catalão, pertencente a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), impediu a entrada de oito celulares e dois cabos USB no estabelecimento penal na tarde desta terça-feira, 14/07. Os materiais estavam em 4 pacotes, que foram arremessados pelo lado de fora sobre os muros do local, em direção a uma das alas. O autor dos lançamentos fugiu do perímetro do presídio.
 
De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional, no momento em que o servidor que estava na guarita da UPR percebeu os arremessos, ele se dirigiu ao local onde os pacotes caíram e se deparou com dois custodiados, com os rostos tampados, tentando capturar os ilícitos. Após restabelecer a ordem, foi realizada a apreensão dos pacotes.
 
A direção do estabelecimento penal abriu procedimento administrativo para apuração do fato, identificação dos destinatários e aplicação de sanções disciplinares aos envolvidos, na forma da lei.
 
O rigor empregado pelo servidor para coibir a entrada de materiais ilícitos vai ao encontro das políticas penitenciárias da DGAP, em cumprimento às diretrizes do Governo de Goiás e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado, para manutenção da ordem e disciplina no cárcere.
 
Fotos: DGAP
 
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)