14 de agosto de 2020

EDINHO ADRIANO REGISTRA DOCUMENTO EM CARTÓRIO AFIRMANDO QUE NÃO VAI ABRIR MÃO DE DISPUTAR A PREFEITURA DE OUVIDOR

 
Hoje de manhã, o pré-candidato a prefeito de Ouvidor, Edinho Adriano, do Cidadania, tomou uma atitude no mínimo inusitada: ele foi ao cartório e registrou um documento afirmando que jamais vai desistir de sua intenção de disputar a prefeitura de Ouvidor, nas eleições de novembro.
No documento, Edinho deixa claro que não vai voltar atrás de sua decisão de ser pré-candidato. Ele afirma que só não registrou sua candidatura ainda porque está esperando os prazos legais para a realização das convenções partidárias e posterior registro de candidatura junto a justiça eleitoral. Ainda no documento, Edinho se compromete a não aceitar sair como candidato a vice-prefeito e nem mesmo vereador, reforçando sua postura de pleitear o cargo de chefe do poder executivo.
A atitude de Edinho Adriano põe fim nas especulações que vinham sendo feitas por outros pré-candidatos que afirmavam que Edinho poderia desistir da disputa a qualquer momento, tendo inclusive excluído o nome de Edinho de algumas enquetes eleitorais, com objetivo de denegrir e menosprezar sua imagem.
Em entrevista ao blog, Edinho Adriano explicou que ainda está conversando com outros pré-candidatos da cidade para tentar formar uma aliança única de oposição a atual gestão municipal. “Sair dois ou três candidatos da oposição pode dificultar bastante a disputa, mas se os outros candidatos não abrirem mão, iremos todos para a disputa”, afirmou Edinho.
Edinho Adriano lembrou ainda que os outros pré-candidatos da oposição já tiveram suas oportunidades. “Tanto o João Cezar, quanto o Diorivan já foram prefeitos de Ouvidor e também já perderam eleições depois disso. Eu sempre apoiei eles. Agora é a minha vez e não vou abrir mão da candidatura. Ainda tenho esperança que eles abram mão de disputar a prefeitura para que possamos ter apenas eu como candidato de oposição”, afirmou o pré-candidato do Cidadania.
Com essa atitude, Ouvidor passa a ter agora, declaradamente, dois nomes que estarão nas urnas em novembro: o de Edinho Adriano, do Cidadania e o de Cebinha, do MDB, que tem o apoio da atual gestão municipal.
Agora é aguardar se os outros pré-candidatos da oposição vão desistir da disputa ou se vão mesmo insistir na possibilidade de uma oposição “rachada” na disputa pela prefeitura.