7 de outubro de 2019

CPI deve ser encerrada com assinatura de acordo entre Assembleia e Enel

 
A Comissão Parlamentar de Inquérito da Enel deve ser encerrada em breve com a assinatura de acordo “semelhante a um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) do Ministério Público” com a empresa que comprou a Celg. A informação é do deputado estadual Cairo Salim (Pros), relator da CPI. Segundo ele, a comissão realizará reunião na presidência da concessionária de energia, prevista para os próximos dias, onde serão estabelecidas metas de investimentos no Estado. “A CPI vai atingir seu objetivo, que é garantir melhorias, principalmente nas 15 cidades onde realizamos audiências públicas e que sofrem muito com os problemas na prestação do serviço”, diz ele. Entre elas estão Jataí, Catalão e Goianésia. Cairo explica que, após a assinatura do documento, os trabalhos investigativos chegarão ao fim. O relatório que será encaminhado ao Ministério Público não deve pedir indiciamento ou qualquer tipo de responsabilização individual. “O TCE e o TCM não conseguiram ver nada de errado no contrato. Pode ter sido um mau negócio, mas foi dentro da Lei.”
 
Frota
Os 41 deputados estaduais já circulam de carros novos, alugados pela Assembleia. Os Voyages, da Volkswagen, foram substituídos por Prismas, da Chevrolet. A Casa fechou contrato com a Autorio, que incluiu outros veículos, ao custo de R$ 1 milhão por ano.
 
Indício
Há quem diga que a chegada faz parte da tentativa de reeleição do presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSB). Há articulação para antecipar o pleito.
 
Falando em carro
Quem notou que já circulam placas iniciadas com Q em Goiás? O Estado entrou recentemente na oitava sequência.
 
Biometria
O programa Goiás de Resultados iniciou força-tarefa para unificar os dados biométricos coletados por várias pastas do governo estadual. A ideia é reunir as informações de seus bancos de dados em um só sistema único. O vice-governador Lincoln Tejota (Pros) diz que a medida vai “otimizar” o desempenho dos serviços públicos.
 
Transição
A Secretaria Estadual de Saúde renovou, por R$ 12,38 milhões, contrato com a Associação Comunidade Luz da Vida, que administra o Credeq de Aparecida de Goiânia. Mas só por seis meses contados a partir de 31 de julho. É que a pasta prepara um novo chamamento público para a unidade, onde pretende implantar “novo perfil de atendimento”.
 
Momento
Palacianos avaliam que a ida ex-senadora Lúcia Vânia para a Secretaria de Desenvolvimento Social faz parte de um movimento do governador Ronaldo Caiado (DEM) que visa o “fortalecimento” de sua base política visando as eleições de 2020. E de 2022, claro. As chegadas de PP e PTB à base governista fazem parte da mesma estratégia.
 
Malas prontas
Seguindo o grupo de Jovair Arantes, os prefeitos de Vila Propício e Rialma, Cirlei Araújo e Fred Vidigal, estão entre os que devem trocar o PTB pelo MDB. O ato de filiação será amanhã, na Assembleia Legislativa.
Fonte: O Popular