19 de junho de 2020

CATALÃO NÃO SE PREPAROU PARA ENFRENTAR A COVID-19, DIZ PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL

Na manhã da última quinta-feira, 18, o presidente da Câmara Municipal de Catalão, Helson Barbosa “Caçula”, criticou as ações do executivo municipal em relação a pandemia e disse que “Catalão não se preparou para enfrentar o coronavírus de forma correta”. O legislador concedeu entrevista ao programa Cultura em Foco e falou sobre os principais trabalhos do legislativo no primeiro semestre, e a expectativa para as eleições municipais previstas para o fim deste ano.
 
Sobre as medidas de enfrentamento ao combate ao coronavírus, o vereador explicou o desprezo do executivo com a força do legislativo e disse que tal fato poderia ser comprovado ao verificar o comitê municipal de enfrentamento que não conta com nenhum vereador. “Se o executivo tivesse nos escutado desde o início, a população não sofreria da maneira que está atualmente. Se quer uma campanha de prevenção, a prefeitura executou, agora que a situação piora eles pretendem tomar alguma atitude”, ressaltou Barbosa.
 
“O que nós deparamos foi que infelizmente em Catalão não foi feito nada, no enfrentamento e no combate. Nem na prevenção e com relação ao atendimento a situação é precária, já percebemos uma alta taxa de ocupação nos hospitais cadastrados”, pontuou o legislador ao dizer que a atitude foi tomada após ficar de fora do comitê, de enfrentamento. Deste modo a Câmara Municipal criou seu próprio órgão fiscalizador e buscou junto aos hospitais saber de que maneira a pandemia era combatida.
 
Por fim, Helson disse que a atual gestão tem “muita truculência e que isso já virou até meme” e que neste atual cenário não enxerga grandes ações de projeto para este ano, uma vez que a Câmara segue desassistida e sem o apoio do executivo. “Não vejo um segundo semestre tão movimentado na Câmara Municipal. Acho que todos do legislativo buscarão a reeleição. Então, vai ser um trabalho mais voltado para a busca de apoio e acho nesses três anos e meio a população conseguiu ver o trabalho de cada um ali dentro”, explicou Caçula.
 
TEXTO: LUCAS ALMEIDA | RÁDIO CULTURA 101.1 FM | FOTO: DIVULGAÇÃO