1 de fevereiro de 2021

AÇÕES ENÉRGICAS IMPEDEM O AVANÇO DA COVID-19 NA CIDADE TURÍSTICA DE TRÊS RANCHOS; FISCALIZAÇÃO TEM SIDO INTENSA NOS ÚLTIMOS DIAS


Em entrevista concedida para uma emissora de rádio na cidade de Catalão, o prefeito da cidade turística de Três Ranchos, Hugo Deleon de Carvalho (CID), classificou como fator preponderante para o controle da Covid-19 por lá, as ações por decretos e por meio de estratégias em conjunto com o Comitê de Orientação e Prevenção ao Coronavírus (Sars Cov-2), o que está impedindo, segundo ele, a propagação do vírus.

De acordo com o último boletim em Três Ranchos, divulgado ontem, quinta-feira (28), a cidade conta com 5 suspeitos, 88 casos e 4 óbitos confirmados, isso desde o início da pandemia, além de 4 casos em recuperação domiciliar, nenhuma internação clínica e nenhuma em UTI, 156 negativados e 80 pessoas recuperadas da doença.

Durante sua entrevista, Deleon destacou as diversas ações promovidas na cidade que contribuem para o controle da doença, dentre elas, as diversas barreiras sanitárias sempre realizadas na entrada da cidade, principalmente em datas especiais como feriados prolongados. Nessas barreiras, são realizadas aferições de temperaturas, e dada as devidas orientações tanto aos moradores quanto aos que frequentam a cidade por outros motivos, em especial, aos proprietários de imóveis.

Hugo também destacou os principais pontos do último decreto, que proíbem realização de qualquer tipo de evento, tanto em locais públicos como na prainha artificial, a qual teve seu acesso bloqueado novamente na semana passada, além das casas de veraneios, sítios e chácaras, que estão proibidas de serem locadas.

Outro ponto destacado, é que o comércio não sofreu impedimento e segue com seus atendimentos em horário normal, porém, os comerciantes devem estar atentos as recomendações de prevenções como capacidade de pessoas principalmente em lanchonetes e restaurantes, além de estar sendo aplicadas multas aos comerciantes que permitirem clientes sem máscaras no interior dos seus estabelecimento, sendo R$ 100 reais por cada pessoa flagrada sem máscara, e quem pagará essa multa, é o próprio comerciante.
No último final de semana intensa fiscalização ocorreu na cidade turística, o que deve ser neste. Foto: Facebook/Reprodução
O prefeito falou também das ações de fiscalização para o cumprimento do decreto, como ocorreu no final de semana anterior com a participação dos órgãos do município em parceria com o 18º Batalhão de Polícia Militar, Batalhão Ambiental, e até mesmo a Marinha, que esteve na cidade do lago azul fiscalizando além da pensa predatória nesse período de piracema, quanto a fiscalização de embarcações irregulares, afim de se evitar festas clandestinas com aglomerações de pessoas. A intensa fiscalização do mesmo modo, também está prevista para este final de semana.

O prefeito de Três Ranchos, Hugo Deleon (CID), explicou que as embarcações não são proibidas no lago, a pessoa que quiser passear em seu barco não está proibida, o que está neste momento, é a aglomeração de pessoas, embarcações lotadas e eventos em flutuantes. Indagado sobre proprietários de casas, chácaras e demais imóveis serem proibidos de ingressarem na cidade, Delon explicou que isso é uma ação inconstitucional e impossível de ser realizada, o que está proibido são as locações e eventos nesses e em quaisquer outro local, sendo ele público ou particular.

Sobre a vacinação, Hugo informou que chegaram a Três Ranchos 40 doses da vacina contra a Covid-19 na semana passada, e nessa semana, mais 30 doses foram enviadas ao município, chegando a um total de 70 doses do imunizante, que não foram suficientes para imunizar a todos os profissionais da área da saúde, afirmando ele, que restam ainda um total de 20 profissionais para serem imunizados.
Um total de 70 doses da vacina já chegaram ao município de Três Ranchos, e os primeiros a serem imunizados são os profissionais da saúde, restanto cerca de 20 para serem imunizados. Foto: Facebook/Reprodução
Escrito por: Badiinho Filho