Ligado a Carlinhos Cachoeira, Claudio Abreu foi preso na quarta (25). Justiça negou pedido de liberdade; Papuda também abriga o bicheiro.
Comboio da Polícia Civil do DF transporta quatro presos pela Operação Saint-Michel para o presídio da Papuda, em Brasília Claudio Abreu, Wesley Silva e outras duas pessoas
O ex-diretor da Delta Construções Claudio Abreu, o vereador de Anápolis Wesley Silva (PMDB) e outras duas pessoas presas na operação Saint-Michel foram transferidos na manhã desta sexta-feira (27) do Departamento de Polícia Especializada (DPE) para a Penitenciária da Papuda, em Brasília, segundo a Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP) da Polícia Civil.
A Saint-Michel é um desdobramento da operação Monte Carlo, na qual foi preso o bicheiro Carlinhos Cachoeira, que também está na Papuda. Os presos foram transferidos sob um forte esquema de segurança. Armados com metralhadoras, policiais civis chegaram a fechar as vias de acesso ao Departamento de Polícia Especializada (DPE), onde os quatro aguardavam transferência.
Acusado de formação de quadrilha e corrupção, Claudio Abreu foi gravado pela PF em conversas com Carlinhos Cachoeira e outros integrantes do grupo do bicheiro discutindo o pagamento de propinas e supostas tentativas de fraudes em licitações. Em São Paulo, o advogado de Abreu, Roberto Pagliuso, disse que não havia sido avisado de que a transferência ocorreria nesta sexta-feira. “Não fui avisado previamente da data específica, mas havia sido avisado que ele seria transferido”, disse ao G1.
O advogado afirmou que o Tribunal de Justiça do Distrito Federal negou nesta quinta-feira a liminar em que pedia a liberdade de Abreu. Falta agora o julgamento do mérito, que não tem data para ocorrer. Pagliuso diz não haver justificativa para a prisão, porque seu cliente tem colaborado com as investigações.
Segundo ele, Abreu está tranquilo. “Evidentemente, é desconfortável estar preso, mas ele está confiante de que vai conseguir a liberdade.”foram levados num comboio de sete veículos na manhã desta quarta

      Operação

 A Polícia Civil do DF cumpriu na última quarta-feira (25) mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Brasília, São Paulo, Anápolis e Goiânia. Os mandados foram autorizados pela 5ª Vara Criminal de Brasília.

Um dos mandados foi cumprido em um anexo do Palácio do Buriti, sede do governo do Distrito Federal. Também foram cumpridos mandados no DF Trans (Transporte Urbano do Distrito Federal).
Gravações telefônicas feitas pela PF durante a Operação Monte Carlo revelaram o envolvimento de parlamentares, políticos e empresários com o grupo de Cachoeira. Uma Comissão Parlamentar de Inquérito mista de deputados e senadores foi aberta no Congresso Nacional para investigar o tema.
Entre as suspeitas está a de favorecimento à Delta Construções, empreiteira que mantém diversos contratos com o governo federal. Cláudio Abreu, ex-diretor da Delta, aparece em diversas gravações com Cachoeira discutindo contratos e benefícios ao grupo do contraventor. Relatório da PF revela que Cachoeira passava informações sigilosas de licitações públicas para Claudio Abreu
Fotos: Natalia Godoy  
Fonte: G1.com.br

Uma das mortes foi em Caldas Novas e as outras duas, em Goiânia. Secretaria de Saúde espera vacinar 668.617 no estado neste ano.

Três pessoas morreram em Goiás em decorrência da gripe influenza A no primeiro trimestre de 2012, de acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás (SES). Ao todo, oito casos da doença foram diagnosticados. Um em Caldas Novas e dois em Goiânia. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Tânia Vaz, os outros cinco que contraíram o vírus já se recuperaram da doença.

Um dos caso de morte foi registrado no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia(Huapa), na cidade de Aparecida de Goiânia, no dia 28 de fevereiro de 2012. A vítima era um jovem de 22 anos, que residia na cidade de Caldas Novas. O resultado do exame que confirmou a causa da morte foi recebido pela família da vítima nesta semana.

Notificações
No ano de 2011, apenas um caso foi confirmado e não houve óbitos, mas de acordo com a superintendência, não tem havido elevação no número de casos, mas o aumento de notificações por parte das secretarias municipais de saúde. De acordo com a Suvisa, no ano de 2010 foram confirmados 12 casos da gripe H1N1, com quatro óbitos. Já em 2009, quando houve a pandemia e 646 pessoas ficaram doentes. Dessas, 103 morreram.

Segundo Tânia Vaz, a população deve ficar atenta às ações preventivas para evitar o contágio. “A gripe A é uma virose como outra qualquer. Para não ficar doente, é preciso manter limpo e arejado o ambiente da residência. Lavar sempre as mãos, principalmente depois de espirrar, evitando coçar olhos, boca e nariz”, orienta a superintendente.

Ela reforça que os profissionais devem estar preparados para fazer diagnóstico precoce e tratamento. “O Ministério da Saúde recomenda que esses profissionais sigam o guia editado pela instituição ano passado para tratamento do H1N1. Se houver necessidade de internação, o paciente deve receber hidratação e o medicamento oseltamivir”, observa.

Campanha
A campanha de vacinação contra a gripe influenza A vai começar no sábado (5) em todo oBrasil. A primeira fase será de 5 a 25 de maio e a segunda, após o dia 25. Poderão ter acesso à imunização pela rede pública de saúde: crianças de seis meses a 2 anos, idosos a partir de 60 anos, indígenas e profissionais de saúde. A partir deste ano, a população carcerária também será contemplada, a partir da segunda fase da campanha.

De acordo com a Suvisa, a população-alvo em Goiás corresponde a 835.771 pessoas e a meta do órgão é imunizar 668.617. Ao todo serão disponibilizadas 919.350 doses para Goiás. Serão gastos R$ 733.587,58. Em toda a região Centro-Oeste o público-alvo é de 2.010.364 pessoas e a meta foi estipulada em 1.608.291. Para isso, serão destinadas 2.211.410 doses da vacina e investidos R$ 1.952.621,93.

No país todo, existem 30.143.256 pessoas que podem ser vacinadas gratuitamente pela rede pública de saúde contra a influenza A. A meta do Ministério da Saúde é de atingir 24.114.605, que terão acesso a até 33.157.630 doses. O que custará R$ 24.756.709 aos cofres públicos. Em todos os casos a meta é imunizar, no mínimo, 80% da população-alvo

fonte G1.com

No início da semana, a equipe esteve em Catalão, no sudeste de Goiás.Semarh irá análisar 20 cidades e pequisas deverão durar um ano.

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Goiás (Semarh) está realizando uma pesquisa nas 20 maiores cidades de Goiás para detectar os níveis de poluição nesses municípios. No início da semana, a equipe esteve em Catalão, no sudeste de Goiás.

O aparelho que mede a qualidade do ar é denominado Hi-Vol e foi instalado na Praça Getúlio Vargas, no centro de Catalão. A medição dura 24 horas. Durante este período, o Hi-Vol absorve todas as partículas em suspensão no ar. O equipamento funciona como o aparelho respiratório humano e o filtro de fibra de vidro colocado dentro do equipamento como o pulmão.

As impurezas captadas durante um dia inteiro servirão de base para o estudo desenvolvido pela secretaria. “Esses resultados é que darão os fundamentos para os próximos passos que serão tomados como definir a política de controle, a questão da melhoria da qualidade de ar aqui e o licenciamento de fontes neste setor”, explica o coordenador de gerência e monitoramento ambiental Eurivan Alves Mendonça.

Porém, em Catalão a medição da qualidade do ar é feita durante todo o ano. Na cidade existem dois aparelhos Hi-Vol. Um deles é fixo e foi instalado no ano passado. O outro, que é móvel, é utilizado em diferentes pontos da cidade todos os meses.

“Nós dividimos a cidade em quadrantes para a gente analisar qual o nível do ar nesta região e isso serve até para a gente monitorar a emissão de poluentes pelos veículos. A partir daí, nós vamos controlar a cidade de Catalão”, afirma o secretário do Meio Ambiente de Catalão Paulo Teodoro Guimarães.

Esse trabalho da Semarh deve durar um ano. Com esses dados, a secretaria pretende criar um plano para melhorar a qualidade do ar nos municípios goianos e definir como será a fiscalização ambiental no estado.

fonte: G1.com

Enquete finalizada!

Postado em

A enquete para prefeito finalizou da seguinte maneira!

  • JARDEL SEBBA (PSDB) (61%, 671 Votos)
  • VELOMAR RIOS (PMDB) (27%, 303 Votos)
  • ALVARO (PT) (7%, 77 Votos)
  • GEOVANE CORTOPASSI (PHS) (3%, 36 Votos)
  • ADRIETE ELIAS (PMDB) (2%, 21 Votos)

Total Votos: 1.108

Nova enquete no Ar.

Postado em
Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

policia em ação

Postado em

Policia Militar  acaba de prender dois suspeitos de cometer vários furtos na cidade de Catalão. A ocorrência ainda esta em andamento,  mais tarde trago mais noticias.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jardel Sebba (PSDB), participou da solenidade em que o governador Marconi Perillo sancionou a lei de reajuste anual na data-base dos servidores públicos estaduais, aprovada pela Assembleia na sessão de quarta-feira, 25.

Marconi Perillo sancionou a lei em menos de 24 horas após sua aprovação pela Casa de Leis. Na ocasião, estiveram presentes, entre outras autoridades, boa parte dos deputados da base de apoio ao governo estadual, secretários de Estado, além de representantes de Sindicatos do funcionalismo público.

A lei vai proporcionar um aumento salarial de 9,56% na remuneração do pessoal civil e militar, ativo, inativo e pensionista, inclusive empregados públicos do Poder Executivo, referente aos anos de 2011 e 2012. Na solenidade, o governador anunciou que no dia 09 de maio, depois que os servidores já tiverem recebido a folha de pagamento de março, que será liberada pela Secretaria da Fazenda amanhã, será pago a data-base deste ano, mais a metade da do ano passado em uma folha complementar. Conforme o governador, os servidores terão a data-base integral paga nos quatro anos de governo.

“Voltamos, de novo, a cumprir o que prometemos e vamos pagar a diferença da data-base do ano passado no próximo dia 09, demonstrando nosso respeito ao servidor público estadual, que presta trabalho de excelência a Goiás”, destacou.

O secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, assegurou que a lei da data-base será cumprida todos os anos e ressaltou que seu impacto na folha salarial de 2012 corresponde a R$ 400 milhões.

Na solenidade, o governador fez questão de cumprimentar Jardel e o líder do governo, Helder Valin, em nome dos deputados estaduais que compõem a base aliada, pelo empenho na aprovação do projeto.

Jardel também estendeu os agradecimentos aos parlamentares e destacou que a aprovação da lei só foi possível antes por conta de uma emenda imposta pela oposição. “A aprovação representa um grande esforço de todos os deputados da base e só não aconteceu antes porque a oposição tentou obstruir a votação colocando uma emenda”, revelou. O presidente afirmou ainda que após o acordo firmado com o Sintego na última segunda-feira, 23, a oposição retirou a emenda, o que viabilizou a aprovação da matéria na Assembleia

Policia em ação

Postado em

A Policia Militar acaba de prender dois suspeitos de roubo, onde eles renderam a auxiliar de serviços gerais  no bairro Vila Margon, onde foram levados vários objetos. O CPU do dia Subtenente Eufrásio saíram em diligência pelas proximidades e abordou 2 suspeitos para averiguação, a ocorrência ainda está em andamento, mais tarde trago noticias

Acabo de ver uma cena engraçada… A Prefeitura de Catalão promoveu uma passeata para mostrar um veículo adquirido. Isso não passa de obrigação! E pensar que tanto criticaram o ex-prefeito Eurípedes quando desfilou pelas ruas um maquinário zerinho… Uma prefeitura que arrecada mais de R$ 200 milhões por ano poderia ter mais carros, além de melhores. Os ônibus que foram adquiridos estão visivelmente usados e sucateados; foram apenas reformados. Poderiam apresentar os gastos com a reforma e adaptação. Não seria mais barato adquirir um novo ônibus? Caminhonetes Ranger que estamos vendo pela cidade foram adquiridas para servir ao povo ou aos comissionados? Queria sugerir que a Prefeitura de Catalão faça uma carreata com o maquinário da DELTA e explicasse para a população o motivo de não ter suspenso o contrato assim como fizeram todas as demais prefeituras do Estado. Velomar deverá ser um dos primeiros a serem ouvidos na CPI.

Andressa Alves Mendonça, de 30 anos, não está mais bebendo os vinhos e champanhes que adora. “Tô de promessa”, contou ela ao jornal O Estado de S. Paulo em um dos contatos telefônicos para agendamento da entrevista.
Desde que o futuro marido Carlinhos Cachoeira foi preso, no fim de fevereiro, sua rotina de viagens e frequência nas rodas sociais de Goiânia (GO) foi substituída por visitas a presídios e a advogados, acompanhamento de processos e leitura em tempo real de notícias sobre a Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.
Assim como o contraventor, que está em uma penitenciária de Brasília, ela também perdeu peso.
Eu não durmo mais. Só choro e corro atrás das coisas do Carlinhos.

Página 660 de 663« Primeira...1020...658659660661662663