Na noite deste domingo (2), por volta das 18h40, aconteceu um acidente trânsito na avenida dr. Lamartine, próximo ao trevo da BR-050. Um Ford Escort, placas de Catalão, estava no acostamento, parado. Uma caminhonete Chevrolet S-10, não percebeu o Escort parado e bateu na traseira do carro.

As informações repassadas à equipe do Blog Diante do Fato são de que o carro, que estava parado, foi arremessado para fora da via. Foi parar no meio do mato.

Duas pessoas que estavam no veículo ficaram feridas com o impacto. A traseira do veículo ficou totalmente destruída, mas as vítimas não correm risco de vida.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço Móvel de Saúde – SAMU – se dividiram na ação de primeiros socorros.

No domingo (25), o Fantástico mostrou os preços diferentes cobrados nas baladas do Brasil para homens e para mulheres. Depois da reportagem, na última sexta (30), o Ministério da Justiça entrou na polêmica e determinou: essa cobrança diferenciada é ilegal. Vai começar a valer mesmo só daqui um mês, mas a novidade correu pelas baladas do Brasil no fim de semana e dividiu opiniões. “Não pode o empresário-fornecedor usar a mulher como ‘insumo’ para a atividade econômica, servindo como ‘isca’ para atrair clientes do sexo masculino para seu estabelecimento.”

Um homem procurado pela Justiça de Goiás foi preso na noite desse sábado (1º) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 050, em Catalão. O motorista profissional de 43 anos viajava em uma Scania/G 400 sentido Brasília e foi parado em abordagem de rotina.
 
Após consultar os sistemas da PRF, os agentes constataram que o homem era procurado pela justiça de Simolândia, município do Estado de Goiás, com mandado de prisão em aberto por crime de estupro de uma menor de 14 anos.
 
Ele foi preso, passou por exame de corpo delito e foi conduzido à Central de Capturas em Catalão.
Fonte: PRF
Numa reunião do PMDB, em Goiânia, políticos ligados ao deputado federal Daniel Vilela — frise-se que o pré-candidato do partido a governador não participou das conversas — começaram a chamar o prefeito de Catalão, Adib Elias, de “Seu Flor e Suas Duas Mulheres”, numa referência à história do escritor baiano Jorge Amado. As gargalhadas eram gerais e estrepitosas.
 
Porém, era história para iniciados, porque todos os demais, inclusive os jornalistas, ficaram (e estão) “boiando”
Fonte: Jornal Opção 
Numa espécie de aventura, o prefeito trabalha para ocupar posto na chapa majoritária de Ronaldo Caiado e rejeita apoio a Daniel Vilela
 
O prefeito de Catalão, Adib Elias, PMDB, está tentando cacifar-se para ser o candidato a vice do senador Ronaldo Caiado na disputa para o governo de Goiás, em 2018. Trata-se do nome sugerindo pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende, para compor a chapa com o presidente do DEM. O “drummond” no meio do caminho é que o PMDB tem postulante a governador, Daniel Vilela, que diz, para os que querem e para os que não querem ouvir, que será candidato de qualquer maneira.
 
De fato, o jovem peemedebista tem se mostrado decidido e não recua ante nenhuma pressão.
Fonte: Jornal Opção

Durante a realizaçãoda Operação Cidadão Seguro na madrugada deste sábado, Polícia Militar em Catalão realiza a prisão de autores de roubo de veículo, porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Três homens, de 19, 21 e 22 anos, e uma mulher de 26, teriam roubado o veículo às 01h00 de hoje, levando ainda a vítima, a amarrado e a abandonado nas proximidades da GO 330, entre Ouvidor e Catalão.

Após a realização do cerco policial o veículo foi visto, por volta das 04h, na GO 330, saída para Goiânia. A abordagem foi procedida e um homem e uma mulher foram presos em flagrante com o veículo produto de roubo e uma arma de fogo. Outros dois autores foram foram localizados no Bairro Pontal Norte e também conduzidos ao DP.

Um outro veículo, produto de roubo há alguns dias, foi localizado na residência de um dos autores no Bairro Evelina Nour, em Catalão.

Todos foram encaminhados ao DP, os dois veículos foram recuperados e devolvidos aos proprietários e a arma de fogo foi apreendida.

Todos os suspeitos possuíam antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo, roubo de veículo, tráfico de drogas, associação criminosa, receptação e furto de veículo.

Fonte: Polícia  Militar

Escrito por: Thiago Ferreira 

Mais uma dor de cabeça para o secretário de Educação Leonardo Santa Cecília. Ele e todos os secretários e diretores da atual administração têm enfrentado problemas. O caso agora envolve a educação, segurança e patrimônio público.

A empresa que presta serviços para a Prefeitura de Catalão – e é responsável pela contratação de seguranças e vigias para as escolas e creches municipais – alega que a atual gestão não tem feito repasse da verba acordada. Com a folha de pagamento atrasada em dois meses e sem estimativa para recebimento, funcionários desta empresa de segurança foram orientados a não comparecerem aos seus postos de trabalho.

Esta denúncia de mais um descaso da Prefeitura Municipal de Catalão partiu de pessoas ligadas à empresa, preocupadas com os próximos dias. São pessoas que têm famílias, têm responsabilidades e dependem do salário para viverem com dignidade.

Mais triste que anunciar esta falta de pagamento e provavelmente ser desmentido pelos aliados da gestão atual do município é ter que evidenciar no Blog Diante do Fato que as escolas e creches da cidade estão ainda mais vulneráveis e sem qualquer proteção contra furtos.

Um problema de gestão que vai afetar milhares de catalanos, tanto nas questões educacionais quanto de segurança e patrimônio público. Isso porque já foram noticiados pela mídia vários furtos, principalmente nos quatro primeiros meses do ano, em que creches e escolas da cidade foram alvos de furtos. A segurança terceirizada ajuda a inibir a ação de criminosos, mas nem sempre impede. Até porque os recursos de segurança são escassos. Não existem circuitos de segurança nem portas com travas reforçadas.

Enquanto a criminalidade só aumenta, a gestão administrativa ao invés de tomar medidas para coibir tais crimes tem agido de forma omissa e não tem honrado com compromissos básicos – como manter o pagamento em dia de prestadores de serviço. Enquanto isso, creches podem ter micro-ondas, bebedouros e até a despensa furtados por bandidos. Escolas podem ter registros escolares comprometidos e computadores furtados e/ou danificados por vândalos. A reportagem do Blog Diante do Fato espera não ter que apurar nenhum tipo de crime do tipo e lamenta pela situação – que apesar de absurda é bem real.

Escrito por: Thiago Ferreira

De acordo com informações recebidas pela reportagem do Blog Diante do Fato, o Procon de Catalão tem aberto as portas mesmo sem equipe adequada para atendimento. Até 2016, eram cerca de 20 funcionários e todos trabalhavam com empenho para atender à crescente demanda da cidade. Atualmente, por falta de verba e efetivo, o Procon de Catalão presta serviços básicos como cadastro de reclamação e algumas dúvidas, mas não ampara o cidadão de forma efetiva.

No local, apenas três pessoas fazem o serviço de abrir e fechar as portas do órgão. Não se tem equipe para fiscalização, não existe atendimento especializado; não sabem nem o que é cartório de tramitação processual, sem contar que o núcleo de conciliação e renegociação foi extinto e o que se sabe é que não há previsão para que o serviço seja normalizado.

Problemas corriqueiros, como vendas casadas, eventos sem meia entrada, filas de espera em bancos e agências lotéricas (que não respeitam o tempo mínimo de atendimento), supermercados com produtos expostos sem precificação e empresas de prestação de serviços, como internet, energia e água/esgoto, que não respeitam os direitos de consumidor quanto a prazos contratuais e qualidade de serviço oferecido, são alguns dos problemas enfrentados pelos catalanos.

Denúncias de descaso foram feitas também em relação às orientações repassadas ao cidadão que procura o órgão. Em caso de insatisfação, pessoas têm sido orientadas a procurar a Polícia ou o Ministério Público, sendo que o Procon enquanto órgão de consumidor que deveria cobrar, verificar e acompanhar os casos em que os direitos do consumidor são infringidos.

O Procon Catalão divulgava pesquisas sazonais em segmentos variados e ranking de reclamações mensais; realizava fiscalizações contínuas, participava de palestras e eventos e era referência na região. O que se vê atualmente é descaso com a população e os direitos do consumidor ignorados.

O órgão funciona na rua Major Paulino, no bairro Nossa Senhora de Fátima, próximo ao salão de eventos da Paróquia São Francisco. Você mesmo(a) pode ir ao local e constatar os problemas mencionados. O despreparo é evidente e você sai de lá com mais dúvidas de quando entra.

Como funciona

Todas as unidades do Procon têm personalidade jurídica de direito público e atua como órgão auxiliar do poder judiciário. Um dos principais objetivos é a promoção e a criação de leis pautadas nas relações de consumo, e por meio delas, respaldar o cidadão em relação aos seus direitos. Em 2017, em Catalão, já são seis meses completos sem qualquer ação feita de forma incisiva.
As últimas pesquisas feitas, de material escolar, em fevereiro; frutos do mar na Quaresma e chocolates na Páscoa estão no Procon Catalão e são provas de um trabalho mirim e tentativa de tampar o sol com a peneira. A lista de material escolar, por exemplo, foi feita em seis papelarias e listou poucos itens. A lista de frutos do mar era uma cópia da lista dos anos anteriores e foi divulgada depois de ser solicitada inúmeras vezes por cidadãos catalanos. A lista de ovos de Páscoa não chegou a ter 20 itens pesquisados. As maiores lojas, com mais itens na cidade, a exemplo das Americanas, nem foi citada na pesquisa. E a alegação de uma das funcionárias do Procon, questionada sobre a pesquisa “fraca”, disse que algumas lojas não “receberam a equipe”.

E aí está um dos problemas: Procon é um órgão fiscalizador e essencial na aplicação de políticas públicas em prol ao cidadão. Não precisa de permissão nem agendamento para atuar em lugar algum. É um órgão respeitado e de autonomia, mas em Catalão tem sido inoperante e quem paga “o pato” é o consumidor, que não tem amparo e não é esclarecido sobre seus direitos.

Leitores do Blog lamentam e denunciam este descaso. Alguns questionaram quem está à frente do órgão atualmente e outros perguntam qual a função do Procon de Catalão se os serviços básicos não estão sendo oferecidos.

Estamos de olho e você está convidado, enquanto cidadão, a fazer parte deste acompanhamento.

PRF REGISTRA MAIS UM ASSALTO A ÔNIBUS NA BR 050

Postado em

Nesta quinta (29), por volta das 23h30  um ônibus da empresa ENTRAM que saiu de São Paulo com destino a Brasília, foi abordado no km 125, nas proximidades Domiciano Ribeiro, cerca de 160 quilômetros de Catalão, por um veículo GM/Vectra Hatch de cor prata.

O veículo era ocupado por quatro assaltantes que abordaram o ônibus mostrando armas de fogo e obrigando o motorista parar.

Os assaltantes entraram no ônibus e obrigaram o motorista seguir até uma estrada vicinal, no acesso a Buritizinho.

Encapuzados e armados com revolver, pistola e uma arma longa, ameaçavam os passageiros o tempo todo.

Os bandidos, passaram recolhendo os pertences dos 22 passageiros e recolheram alguns pertences das malas que estavam no bagageiro.

Após a ação os meliantes fugiram tomando rumo ignorado.

A PRF fez o registro do fato e trabalha juntamente com a polícia civil para identificar os envolvidos e inibir novas ações.

Fonte: PRF

Policiais civis da 2ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Catalão cumpriram mandados de prisão expedidos em desfavor de W.P.L. e M.R.S na tarde de quinta-feira (29). Eles são investigados por terem participado do homicídio de um menor, Gabriel Lemes da Fonseca de 16 anos  cujo corpo foi encontrado no dia 03 de março deste ano em um pasto no bairro Pontal Norte. (Click aqui e relembre).

                   Gabriel Lemes da Fonseca de 16 anos morto a tiros

Em interrogatório realizado após sua prisão, o investigado M.R.S  confessou que, em companhia de W.P.L  e outro indivíduo ainda não identificado, atraiu a vítima para o local onde o crime ocorreu. O menor foi executado com disparos de arma de fogo efetuados por W.P.L, que também teve sua prisão preventiva decretada.

W.P.L já se encontrava recolhido na Unidade Prisional de Catalão em virtude de mandado de prisão preventiva expedido durante as investigações de um roubo qualificado também empreendidas pela 2ª DDP.

Foi cientificado nesta data do novo mandado de prisão expedido em seu desfavor, agora em razão do homicídio da vítima menor. As investigações prosseguem. O inquérito será remetido ao PJ oportunamente.

Fonte: Polícia Civil 
Página 6 de 653« Primeira...456789...2030...Última »