Em mais uma operação articulada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), dentro do Programa Goiás Contra a Carne Clandestina, foi apreendida mais de 1 tonelada de produtos de origem animal impróprios para o consumo em Catalão. A operação ocorreu entre os dias 7 e 9 de novembro, no município da região Sul do Estado.
 
Ao todo, foram apreendidos 1.348 quilos de produtos de origem animal em 24 estabelecimentos (clique aqui) visitados no município, incluindo pescados, aves, carnes bovina e suína, além de embutidos e produtos lácteos, segundo dados da Agrodefesa e da Superintendência Estadual de Vigilância Sanitária (Suvisa). Houve ainda duas prisões em flagrante. Todos os produtos apreendidos foram inutilizados e descartados.
 
A ação foi articulada Centro de Apoio Operacional (CAO) do Consumidor e Terceiro Setor, coordenado pelo promotor Rômulo Corrêa de Paula, e pela coordenadora-adjunta Ariane Patrícia Gonçalves, e contou ainda com a participação da promotora Ariete Cristina Rodrigues Gonçalves, titular da 5ª Promotoria de Justiça de Catalão. A iniciativa teve como objetivo combater o abate e a comercialização de produtos de origem animal clandestinos, isto é, sem inspeção, rotulagem, com prazo de validade vencido, fora dos padrões de higiene, entre outras irregularidades.
 
Participaram, em conjunto com o MP-GO, órgãos parceiros como Agrodefesa, Procon Estadual, Superintendência Estadual de Vigilância Sanitária (Suvisa), Polícia Militar, Superintendência de Polícia Técnico-Científica, além da Polícia Civil. (Texto: Bruno Corrêa – Estagiário da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO/ Supervisão: Ana Cristina Arruda/ Fotos: acervo do CAO Consumidor)

PM apreende arma dentro de veículo na GO-210

Postado em

Uma arma calibre 38 foi apreendida pela Polícia Militar na tarde deste domingo (12), por volta das 16h, no KM 29 da GO-210, entre Catalão e Goiandira. Uma equipe do COD de Catalão, durante patrulhamento de rotina, abordou um Fiat Uno que seguia pela estrada em atitude suspeita. Durante verificação, dentro do veículo, foi localizado a arma. De acordo com informações da Polícia, o revólver calibre 38 estava com numeração raspada e as seis munições intactas.

O condutor do veículo foi levado até a Central de Flagrantes da Polícia Civil para depoimento. A arma foi apreendida. Não há informação se o veículo estava regular. O motorista pode responder por porte ilegal de arma de fogo. Até o fechamento desta matéria permanecia preso na delegacia.


Na última quinta-feira (9), Catalão recebeu esforços de grupos especiais da Polícia Militar. BOPE, GOD (Grupo de Operações de Divisa) e uma equipe da tropa de choque da polícia de Goiânia foram enviados à cidade para reforçar o efetivo local.

Esta forca-tarefa foi montada após levantamento do serviço de inteligência da Polícia Militar que constatou a possibilidade de ataques e várias ações criminosas na cidade em respostas à rebelião que foi contida na manhã da quinta-feira, no presídio de Catalão.

As informações apuradas apontavam para a iminência de ataques para induzir a população ao pânico – como disparos com arma de fogo, atear fogo em ônibus de transporte público, dentre outras ações que configurariam desordem e comprometeriam a segurança da cidade.

A Polícia informou que tais ações seriam para chamar atenção durante a transferência de um detento da cadeia local para presídio federal em Mossoró (RN). No entanto, com rapidez nas apurações dos fatos e com o reforço policial recebido ainda na quinta-feira (9), antes mesmo da chegada do reforço de Goiânia, o GPT e membros da inteligência da PM chegaram a uma residência no bairro Pontal Norte. No local oito pessoas foram presas com armas, munições e “coquetéis Molotov”, que seriam usados para várias ações criminosas.

Aparelhos celulares foram apreendidos e, em alguns, constam conversas que comprovam que os ataques aconteceriam na noite e madrugada de quinta para sexta-feira, com a demarcação de possíveis alvos e ruas em que aconteceriam os ataques.

O grupo de oito pessoas foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil e todos objetos, entre armas, munição e itens sem procedência (como celulares e smartphones) foram apreendidos.

A forca-tarefa manteve empenho e constante movimentação nas ruas de Catalão até as primeiras horas de sexta (10). O preso foi transferido e nenhum ataque foi efetivamente concluído.


        Vítima Wilson Luiz Rosa, 30 anos

A briga começou por volta da meia noite deste domingo (12), no Centro do distrito de Santo António do Rio Verde. As informações são de que dois homens estavam na rua José de Amorim, próximo à cerâmica, e se desentenderam. Um deles estava com uma faca e desferiu golpes contra a vítima e fugiu do local.

A vítima foi socorrida por terceiros e trazida à Catalão em uma ambulância do distrito. Chegou a dar entrada no pronto-socorro da Santa Casa, porém não resistiu aos ferimentos e morreu.

Wilson Luiz Rosa, 30 anos, teve a morte confirmada e a família foi acionada. Seu corpo foi levado ao IML de Catalão ainda de madrugada.

A Polícia Militar efetuou diligências pelas principais vias de Santo António do Rio Verde, mas não localizou o suspeito, que já foi identificado e está foragido.

O caso será investigado pela Polícia Civil e o suspeito, se condenado, pode pegar pena de até 15 anos de prisão.

HOMEM É PRESO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

Postado em

Um homem foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, no início da tarde deste sábado (11), na rodovia GO-506, rodovia que liga a BR 050 ao Distrito de Santo Antônio do Rio Verde.

Policiais Militares da 1º Companhia Independente de Polícia Militar Rodoviária (1º CIPMRv) durante abordagem no Km 01, da rodovia GO-506, a uma caminhonete Ford/Ranger, placa de Goiatuba-GO, de acordo com a (1º CIPMRv) efetuaram a prisão em flagrante do condutor, após localizarem no interior do veículo uma espingarda, marca Rossi, modificada para calibre 22, além de 71 munições intactas, e uma deflagrada.

O homem juntamente com a arma de fogo e as munições aprendidas foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Catalão, para procedimentos cabíveis.

Segundo a polícia, a fiança estipulada pela Justiça no valor de R$ 500,00  foi paga no início da tarde e o homem foi liberado.

Fonte: 1º CIPMRV


Suspeitos de dois roubos em Pires do Rio foram presos pela Polícia Militar no início da noite desta sexta-feira,10.

Um roubo ocorreu na tarde de quinta-feira, 09, nas proximidades da feira livre de onde foi levado dinheiro, celular e uma moto, que posteriormente foi encontrada abandonada às margens da GO-020 no fim da manhã de ontem (sexta-feira, 10).

O outro roubo ocorreu no final da tarde de ontem, 10, na Avenida Priscila Maria, saída para o cemitério esplanada, em Pires do Rio, onde a vítima fazia pagamentos de funcionários, dois indivíduos chegaram armados com pistola e simulacro, efetuaram disparos dentro e fora da residência e saíram com aproximadamente 3.000,00 (três mil reais) em dinheiro.

O serviço de inteligência da Polícia Militar iniciou os levantamentos e menos de 1 hora após o fato localizaram os suspeitos escondidos numa casa no bairro JK, em Pires do Rio e com o apoio das viaturas caracterizadas foi feito o adentramento na residência efetuando a prisão de R.L.G, o qual estava de posse da arma utilizada nos dois roubos, pistola marca Taurus, calibre 380 com 24 munições intactas, um simulacro e parte do dinheiro roubado, bem como uma moto utilizada para a pratica do crime.

Segundo a PM, Dois outros envolvidos na ação criminosa conseguiram escapar pulando muros e embrenhando num mato próximo, levando a outra parte do dinheiro, mas já foram identificados pela PM, tratando-se dos já conhecidos da polícia L.A.G (mentor do crime) e D.W.A.M.

Na residência também foram encontrados 2 rádios HT utilizado para copiar a comunicação da PM e inclusive um colete balístico, além de outros objetos.

R.L.G foi reconhecido pelas vítimas dos dois crimes e foi autuado em flagrante delito na delegacia de Pires do Rio por roubo e disparo de arma de fogo.

Fonte: Polícia Militar (Pires do Rio)

O prefeito de Catalão está irritado com o sucesso do time ABECAT OUVIDORENSE, que conseguiu acesso para 2° divisão do campeonato Goiano.

O motivo do descontentamento está no fracasso do Leão do sul em sua gestão. O CRAC agora terá um concorrente muito próximo que possui vários patrocínios para disputa da 2° divisão de 2018.

Como o CRAC é usado para fazer política as empresas desistiram de ajudar o time e agora estão disponibilizando ajuda ao time ABECAT. Hoje o Leão do Sul é mantido apenas pela prefeitura de Catalão.

A irritabilidade do prefeito é tão grande que o mesmo proibiu a equipe de um programa de esportes no rádio falar no time da ABECAT. O programa vai ao ar de segunda a sexta das 18h ás 19h na emissora do prefeito, a ordem e não falar nada que envolva o time de ouvidor que é um concorrente direto do CRAC de Catalão.

É notório que a ABECAT está incomodando Adib Elias pois nasceu com uma organização diferenciada e com isso muitos torcedores do Leão do Sul estão dispostos a abandonar o time do Crac e migrar para o time da ABECAT, alguns declararam a nossa reportagem que passou a torcer para o ABECAT e deixou o time do CRAC devido a bagunça e a falta de confiança na diretoria do time.

O time da ABECAT logo após o seu surgimento conquistou muitos torcedores pela bela campanha que apresentou na 3° divisão do campeonato Goiano de 2017 e em seu primeiro ano vai disputar a grande final. Como o prefeito rebaixou o time do CRAC, resta saber se ele vai deixar com essa politicagem e realmente ajudar o time, pois se continuar como está com certeza a ABECAT subirá para primeira divisão no próximo ano e o Leão do Sul estará morto com todos os méritos do prefeito Adib Elias.


Em cumprimento a decisão do Juiz da Vara do Trabalho de Catalão (GO) da 18° Região, Dr. Armando Benedito Bianki, que anulou as eleições e destituiu a Diretoria do Sindicato Rural (SR) do município, a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) assume interinamente a administração da entidade, a partir desta quinta-feira, 9 de novembro até a finalização do novo processo eleitoral.

A diretoria da Faeg anuncia que o vice-presidente institucional da entidade, Eduardo Veras de Araújo, assume a direção do Sindicato Rural de Catalão, e conduzirá o novo processo eleitoral conforme determinado pela justiça.

ASCOM:  Faeg

Detentos se rebelam na cadeia de Catalão

Postado em

Nesta manhã de quinta-feira (9), detentos deram início a uma rebelião no Presídio de Catalão. As informações são de que presos atearam fogo em colchões e começaram a se rebelar durante o horário de visita. A Polícia Militar foi acionada para fazer cerco e evitar aproximação de moradores e parente.

O Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (GOPE) foi acionado e entrou na cadeia para ajudar o agentes penitenciários. Bombas de efeito moral foram disparos. Tiros foram ouvido do lado de fora, cinco pessoas se feriram e não houve registro de mortos.

NOTA-SEAP

A Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) informa que, na manhã desta quinta-feira (9/11), os presos se amotinaram na unidade prisional de Catalão.

Os amotinados colocaram fogo em colchões e quebraram parte da estrutura do local. Por volta das 11h30, a equipe de intervenção conseguiu entrar no presídio e controlar a situação.

No momento estão sendo realizadas as operações necessárias como completar a extinção do fogo.Tão logo surjam novas informações, atualizaremos a presente nota. Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap)

Página 3 de 685123456...1020...Última »