O deputado estadual Gustavo Sebba conquistou o apoio de 22 prefeitos para a disputa da reeleição. Os líderes municipais dizem o jovem tucano é “confiável” e um “verdadeiro representante de suas bases”.

Gustavo Sebba banca o deputado Jean Carlo (PHS) para deputado federal.

Fonte;  Jornal Opção 

 

O crime acontece por volta das 23h30, na rua Madre Germana Vieira, no bairro Santa Helena ll. As informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros são de que um homem de 48 anos e um jovem de 21 foram atingidos com disparos de arma de fogo. Eles foram acionados e levaram as vítimas ao pronto-socorro da Santa Casa.

A Polícia Militar foi acionada e registrou o crime, embora não se tenha detalhes de como aconteceu o crime. Até o momento, não há pistas e ninguém foi preso.


Nesta sexta-feira (6), o serviço de inteligência da Polícia Militar estava em deslocamento para a cidade de Campo Alegre, a cerca de 90 km de Catalão, na altura do Km 217, viram um jovem em atitude suspeita conduzindo uma motocicleta Honda CG 150, cor verde, com placa de Catalão. Foi solicitada parada, abordagem foi feita e o jovem estava em posse de cocaína. Ele foi conduzido até o destacamento da Polícia em Campo Alegre para devidas providências. O rapaz, posteriormente, foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil em Ipameri

A segunda prisão foi na área urbana de Campo Alegre. Em patrulhamento de rotina, Carlos André Martins dos Santos foi abordado e, em pesquisa no sistema, foi confirmado de que se tratava de um foragido da Justiça.

Havia um mandado em aberto de prisão por roubo, expedido na comarca de Jaguarari (BA). Ele foi entregue ao destacamento local da Polícia e fica à disposição da Justiça para cumprimento do crime penal.


Na tarde desta sexta-feira (6), por volta das 15h20, o Corpo de Bombeiros foi acionado para comparecer na rua Portugal Porto Guimarães, no bairro Nossa Senhora de Fátima, por causa de um incêndio em uma residência.

De acordo com os militares que participaram da ocorrência, vários móveis da casa foram atingidos, mas ninguém ficou ferido.

Os focos de fogo foram apagados, porém não se sabe o que possa ter iniciado o incêndio.


A Polícia Civil de Minas Gerais desencadeou, na manhã desta quinta-feira (5), a Operação “Rei do Gado” para desarticular uma organização criminosa que agia no roubo e furto de gado em fazendas em Minas Gerais e Goias. Segundo a assessoria da Polícia Civil, até o momento, oito pessoas foram presas em Perdizes, Uberlândia, Catalão (GO) e Três Ranchos (GO).

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela Vara Criminal de Araxá. Ainda de acordo com a Polícia Civil, a organização estava sendo monitorada há três meses por investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos da Regional de Araxá.

Parte da quadrilha foi presa em flagrante quando chegava em uma fazenda em Três Ranchos (GO), após um fruto na madrugada desta quarta.

Os policiais conseguiram recuperar cerca de 120 cabeças de gado, tratores, além de eletrônicos e objetos que foram levados pela organização criminosa nas ações. Um caminhão e duas caminhonetes que eram utilizadas pelos ladrões no transporte do gado foram apreendidos.

A operação desencadeada nesta manhã conta com a participação de delegados e policiais civis de Araxá, Perdizes, Ibiá, Nova Ponte e Uberaba. A coordenação foi do delegado Conrado Costa da Silva, com apoio de dois investigadores.

G 1 do Triangulo Mineiro


Nessa quinta-feira, 05 de outubro, as equipes policiais de Catalão realizavam Operações no Bairro Pontal Norte, pela manhã.

Através de um abordagem a um indivíduo em situação suspeita, surgiu a informação de que ele possuía pasta base de cocaína em sua residência.

Após a checagem, foi confirmado a existência do produto ilícito no interior de sua casa.

Diante da situação, o autor do delito, de 20 anos de idade e com antecedentes criminais por receptação e homicídio, foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Catalão, juntamente com o entorpecente apreendido.

Fonte; PM


O MP tentou acordo entre as duas, mas não houve conciliação e caso retornou à Polícia Civil, que deve concluir as investigações.

O Ministério Público realizou uma audiência para tentar um acordo entre a professora Vanessa Bittencourt, coordenadora agredida pela mãe de uma aluna, e a mulher que a agrediu, em Catalão, na região sudoeste de Goiás. Sem conciliação, o MP pediu para a Polícia Civil desenvolver novas diligências e remarcou um novo encontro para o próximo mês. Nenhuma das duas quis dar entrevista.

O advogado da mulher que responde pelas vias de fato, Arnaldo Moisés Fernandes, alega que a cliente só agrediu a coordenadora, pois a mesma havia ofendido a mãe da aluna. “Vamos trabalhar na tese da legítima defesa, da honra da filha. Salvo engano, houve uma ofensa moral de uma menor de idade”, disse.

Já o advogado da professora, André Franco, espera que a mulher seja responsabilizada pela agressão. “Foi feita a diligência de que agora a autoridade policial, o delegado, vai ouvir as testemunhas do caso. Que ela possa, sim, ser responsabilizada pelo ato que cometeu”, ressaltou.

A audiência foi realizada na tarde de quinta-feira, no Fórum Frederico Campos, em Catalão. A sessão durou cerca de 40 minutos e foi mediada por uma promotora de Justiça. Como não houve acordo, o Ministério Público solicitou novas investigações por parte da Polícia Civil e remarcou uma nova audiência, que deve acontecer dentro de 30 dias.

O caso aconteceu no dia 5 de setembro, no Colégio Estadual Dona Iayá, em Catalão. Vanessa é coordenadora da unidade e denuncia que foi agredida pela mãe de uma aluna após chamá-la para conversar sobre a conduta inadequada da adolescente. Por sua vez, a mãe da estudante disse à Polícia Civil que também foi vítima de lesões. Fotos divulgadas pela coordenadora mostram lesões nas costas , orelha e na cabeça dela.

“A coordenadora disse que a mãe a chamou de incompetente, que não sabia lidar com adolescente e partiu para cima e começou a agredi-la, puxar cabelo, tapa e bateu a cabeça dela contra o chão. A mãe ficou em cima, e a coordenadora tentava se levantar e não conseguia”, relatou ao G1 o delegado responsável pelo caso, Vagner Sanchez Pedroso.
Em nota, a Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) informou, na época do fato, que estava colaborando com as investigações e que realiza o programa chamado “Repacificar”, justamente para promover a paz dentro das instituições de ensino.

Briga
A coordenadora afirmou que foi a própria estudante quem a salvou. Em entrevista à TV Anhanguera, ela disse que a adolescente “se desesperou” e “pediu socorro”, ao ver a mãe a agredindo.
“Ela levantou, me empurrou, caí no chão, bati a cabeça no chão. Ela subiu em cima de mim com toda força, puxou meus cabelos e começou a bater minha cabeça contra o chão. Quem entrou em desespero e viu a agressão terrível foi a própria filha, que começou a pedir socorro”

“Eu tenho que erguer a cabeça e pensar que nós não devemos agir desta forma em momento algum com qualquer pessoa”, disse a professora.
Não há imagens sobre as lesões alegadas pela mãe, mas ela disse aos policiais que teve parte da roupa rasgada e sofreu ferimentos nos braços e seios. “A mãe inverteu a situação e disse que a coordenadora que começou a xingá-la”, disse Pedroso.

O delegado registrou um Termo de Ajustamento de Conduta (TCO) em que ambas constam tanto como vítimas quanto autoras. Elas passaram por exame de corpo delito, mas os laudos ainda não foram concluídos.

Fonte; G1 Goiás 

      Vítima Wellington Clementino Moreira

Na manhã desta quinta-feira (5), por volta das 9h, a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando que um corpo havia sido encontrado em uma estrada vicinal próximo à Adubos Araguaia, já sem sinais vitais.

A PM acionou o IML de Catalão e equipes estiveram no local. Um jovem identificado como Wellington Clementino Moreira, de 32 anos, foi encontrado caído à margem da estrada vicinal, com sinais de perfurações de arma de fogo na cabeça. Foi feita perícia no local e o Corpo removido ao IML.

Esta é a 27ª morte violenta em Catalão em 2017. O caso será investigado pelo 2ª Delegacia da Polícia Civil de Catalão.


 
São mais de 100 vagas ofertadas em diversos cursos que abragem as áreas de Produção Cultural e Design, Informação e Comunicação e Gestão e Negócios. 
Existem opções de cursos nos períodos matutino, vespertino e noturno. Para se matricular os interessados devem ir ao Itego portando uma cópia do RG, CPF, título de eleitor, comprovante de endereço, comprovante de escolaridade e foto 3×4.
As matrículas irão até o dia 20 de outubro e serão feitas exclusivamente no Itego em Artes Labibe Faiad, situado na Rua Dona Josefina no. 01, Bairro Nossa Senhora de Fátima, em Catalão.

Para maiores informações confira a lista abaixo ou ligue: (64) 3441-1660.

Aconteceu na manhã  desta ultima sexta-feira (29) o lançamento oficial do “Teaser” do filme CRAC- O maior do interior. 50 anos depois do primeiro titulo.

O filme que tem a direção do publicitário Návio Leão foi bastante prestigiado. O atual presidente do clube, o ex presidente bicampeão em 2004 Luiz Henz, o presidente da Câmara de Vereadores e diversos parceiros do projeto marcaram presença.

A presidente da Fundação Cultural Maria das Dores Campos Patrícia Castro, também participou do evento e enunciou uma exposição pra marcar a data.

O projeto CRAC 50 é uma iniciativa de Návio Leão que terá o filme, a exposição e também uma sessão solene que vai homenagear os heróis de 1967

Dois jogadores campeões em 67 que moram em Catalão , estiveram presente e receberam o carinho de todos. Todo mundo queria fazer uma foto com Dema e Silvio Salomão, zagueiro e Lateral direito, respectivamente.

A previsão de Návio é que o trailer do filme saia no final de outubro e o filme em Novembro.

A produção pode ser acompanhada pelo site www.crac50.com.br

Fonte- Agencia N2.

Página 10 de 685« Primeira...8910111213...2030...Última »