Jardel Sebba diz que Adib Elias criou a República do Caos em Catalão

Postado em

O ex-deputado e ex-prefeito Jardel Sebba (PSDB) diz que não está preocupado com disputas paroquiais com o prefeito de Catalão, Adib “Caiado” Elias (MDB). “Porém, como cidadão que quer o bem do município”, ficou estarrecido “com a Repú­blica do Caos que o emedebista proclama, diariamente, na cidade.”

Jardel Sebba sustenta que a saúde de Catalão está na UTI. “Adib Elias é formado em Medicina, mas não dá a devida atenção ao setor. Como médico e gestor, digo, estupefato, que a saúde da cidade está na UTI — respirando por aparelhos.”

Adib Elias, “que só faltou prometer lote no céu, na campanha de 2016, disse que iria construir outra Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas está desativando a atual. Na convenção do MDB, ele prometeu que ia fazer uma UTI neonatal, mas, um ano e um mês depois, nada saiu do papel, ou melhor, da boca. A minha gestão entregava medicamentos nas casas das pessoas carentes, pois o emedebista cortou o programa. Ele acabou com todos os programas sociais e Catalão não tem nenhum programa social relevante. Hoje, para se cadastrar, com o objetivo de receber uma cesta básica, a pessoa precisa ficar numa fila por quatro horas”.

O emedebista, segundo Jardel Sebba, tentou criar o imposto do lixo, mas foi barrado pela sociedade civil. “Mas conseguiu aprovar a taxa de iluminação pública.”

“Adib não tem nenhuma obra relevante”, alfineta Jardel Sebba. “Ou melhor, ele tem uma obra, sim — praticamente um ‘adibgate’. Para ligar dois bairros, o Jardim Primavera e o Cruzeiro, o prefeito construiu um túnel, que a população teme que se torne uma cracolândia e esconderijo de criminosos”. O prefeito teria dito que iria inaugurar a obra em 90 dias e já se passaram nove meses. “A população diz que se trata do ‘buraco do Adib’.”

Jardel Sebba afirma que a população está sempre dizendo que Adib Elias cuida da área central da cidade, mas abandonou a periferia. “De fato, as ruas da periferia estão esburacadas, sujas e sem iluminação pública.” Na campanha eleitoral, “o emedebista dizia que iria renovar Catalão, pois, sem tirar nem pôr, está transformando o município na República do Caos. A impressão que se tem é que Adib gosta mais de Caiado [o senador Ronaldo] do que de Catalão.” Por quê? “Porque fala mais de Caiado, que defende para governador, do que de Catalão.”

Fonte: Jornal Opção

Evento:

Jefferson Moraes em Catalão/GO