Prefeito Adib Elias e superintendente da SAE, Fernando Ulhôa

A promotora de Justiça Ariete Cristina Rodrigues Vale propôs ação civil pública contra o prefeito de Catalão, Adib Elias Júnior, e o superintendente da Superintendência Municipal de Água e Esgoto de Catalão (SAE), Fernando Vaz de Ulhôa, por ato de improbidade administrativa, ao constrangerem servidores empossados por antecessores para desistência do concurso para o qual foram aprovados, além de outros tratamentos indevidos dispensados a servidores do órgão.
 
Para a promotora, ao analisar o conjunto probatório que acompanha o processo, verifica-se a perseguição pessoal e o assédio moral, configurando a conduta ímproba dos agentes públicos, ao desrespeitarem os princípios da moralidade e da impessoalidade que deveriam nortear seus atos administrativos, no que se inclui, inclusive, o dever de respeitar e cumprir decisões judiciais relativas ao concurso público realizado para a autarquia municipal.
 
A promotora relata ter tomado conhecimento de que servidores públicos concursados e nomeados pela SAE por gestores antecessores a Adib e Fernando Ulhôa estariam sendo intimidados, já nos primeiros dias de seus mandatos. Aos servidores foi dito que o concurso público não seria respeitado, que desistiriam das ações promovidas pela SAE que defendiam o concurso e que, se a Justiça referendasse o referido certame, venderiam a autarquia.
 
Os servidores relataram a intimidação sofrida pelos gestores, por meio de fotos e áudios que demonstram também a ingerência do prefeito em relação à autarquia, que possui autonomia administrativa, e a forma desrespeitosa no trato com os servidores, bem como a submissão do gestor da SAE ao chefe do Executivo.
 
Segundo a promotora, alguns áudios demonstram que o prefeito e o superintendente tinham como posição a não manutenção do resultado do concurso, mesmo ante a um decisão do STJ sobre a questão. Indicaram, ainda, que poderia ter havido fraude na seleção, contrariamente ao entendimento daquela corte. “É realmente peculiar que o superintendente da SAE, já condenado por improbidade administrativa, exatamente por macular a competitividade de licitações, tenha a isenção necessária para questionar atos jurídicos ou validade da contratação de empresa para realização de concurso que está sob apreciação judicial”, avalia Ariete Vale.
 
O processo destaca que, além de constranger os servidores empossados a desistir do concurso, o que chegou a se efetivar, chegaram a constranger um recém-empossado advogado da autarquia, afirmando que ele não teria mais trabalho ou o que fazer na SAE. O próprio registro dessas falas foi motivo de novas intimidações, uma vez que o prefeito tomou conhecimento das gravações.
 
Depoimentos e documentação também evidenciam que os gestores objetivaram inviabilizar que os concursados desempenhassem suas tarefas e atividades, o que aconteceu, por exemplo, com telefonistas, motoristas, supervisores de segurança, assim como diversas ilegalidades praticadas por eles. (Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)
Matéria divulgada pelo blog diante do fato

Enquete realizada de 10 à 17 de abril de 2018

O Blog Diante do Fato criou enquete em sua página no Facebook questionando aos internautas se votariam em Deusmar Barbosa para deputado Estadual.

Foram 1.788 participações e a rejeição ao pleito do candidato do DEM foi consistente: 86% responderam que não votariam em Deusmar Barbosa. Os outros 14% é resultado de um aprovação por parte de 255 internautas que participaram da enquete – que se fosse válido não elegeria o candidato nem à vaga que ocupa como vereador da cidade.

Esta rejeição é reflexo da péssima gestão feita por Barbosa, que é conhecido por ser truculento, com discursos tendenciosos e pela total falta de transparência em seu histórico enquanto Presidente da Câmara de Vereadores de Catalão.

Várias denúncias envolvendo seu nome têm surgido em supostas fraudes em licitações do Legislativo catalano – a começar pelo “jardim real”, em que são investidos mensalmente R$ 67 mil para uma área verde desproporcional ao valor declarado.

A gente colhe aquilo que planta. E Deusmar está colhendo as mamonas que foi deixando pelo caminho. Se é uma aposta de representar o partido e a região, que ela seja baixa para que os prejuízos não sejam milionários e o Estado não carregue essa verruga na democracia do Sudeste goiano. Não há empatia, não há plano político coeso. Só “politicagem” e promoção do nome enquanto figura pública.


Câmeras de segurança flagra dois suspeitos chegando à residência

Na madrugada deste domingo (15), por volta da 1h, ocorreu um furto a uma residência localizada rua Boa Vista, no Centro de Nova Aurora, cidade que fica cerca de 30km de Catalão. Segundo informações recebidas pela reportagem do Blog Diante do Fato, quatro pessoas invadiram residência e abriram o portão. Um veículo foi colocado na garagem e, em seguida, os suspeitos levaram o cofre da residência.

As informações também apontam que um dos envolvidos esteve na residência no dia anterior e teria conhecimento da existência e localização do cofre. O suspeito e outros três comparsas foram à residência e subtraíram o cofre – que, de acordo com relato da pm, continha R$ 58 mil em dinheiro e joias avaliadas em cerca de R$ 80 mil.

O reconhecimento de um dos suspeitos se deu por meio de câmeras de segurança e no momento do furto nenhum membro da família estava no local. O Blog ainda recebeu a informação de que o suspeito identificado é parente da vítima – que é empresária na cidade (proprietária de uma farmácia ) e estava em viagem no momento do furto.

A Policia Militar montou efetivo e efetuou diligências pela cidade até que o suspeito identificado pelas câmeras foi localizado. Trata-se de um velho conhecida da polícia local, por envolvimento em furtos e por passar informações a bandidos da região.

O suspeito foi preso em flagrante pelo furto mencionado acima e foi encaminhado ao presídio de Catalão. Já os comparsas ainda estão foragidos e o dinheiro nem as joias foram recuperados até o momento.


Na tarde desta terça-feira (17), por volta das 16h30, ocorreu um acidente envolvendo um Fiat Strada e uma motocicleta, em uma estrada vicinal que liga a GO-210 a cidade de Goiandira. As informações recebidas pela reportagem do Blog são de que o acidente foi na estrada que dá acesso ao campo de aviação da cidade de Goiandira.

Um motociclista seguia pela GO-210 e entrou na estrada vicinal, onde bateu de frente com a pick-up. Carro e moto envolvidos no acidente eram ocupados apenas pelos condutores.

O motorista do veículo nada sofreu. No entanto, o motociclista teve múltiplas fraturas. O motociclista apresentava fratura exposta no tornozelo, fratura exposta na tíbia e fíbula e possível fratura fechada de fêmur.

A vítima de 63 anos foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levado ao pronto-socorro gravemente ferido. As informações repassadas ao Blog Diante do Fato são de que o homem havia passado por cirurgia emergencial em Catalão e foi encaminhado ao Hospital dos Acidentados, em Goiânia, no início da noite desta terça-feira 17.

 


Uma tragédia foi evitada pela rapidez e senso de urgência de duas profissionais da saúde em Catalão. Um idoso, de 74 anos, foi atropelado por veículo na rua Pedro Ludovico esquina com a rua Frederico Campos, por volta das 10h30. Com o impacto da batida, o idoso foi arremessado ao meio fio, onde bateu a cabeça e ficou desacordado.

O veículo estava ocupado apenas pela motorista. A mulher ficou no local durante todo o atendimento. Terceiros acionaram o Samu, mas o que poderia ter sido uma fatalidade, foi capítulo de uma verdadeira cena de profissionalismo e agilidade.

O acidente aconteceu em trecho que há muitas clínicas e está próximo a um hospital particular. Com o alvoroço das testemunhas, uma enfermeira e uma técnica de enfermagem – que trabalham no CDO – Centro de Diagnóstico Oftalmológico – fizeram os primeiros socorros e reanimaram a vítima. Elas ficaram no local até que a equipe do Samu assumisse o atendimento.

Letícia Silva Vitorino, enfermeira, e Luana Gomes, técnica de enfermagem.

O idoso estava com a pulsação fraca, mas teve a vida mantida graças ao empenho de Letícia Silva Vitorino, enfermeira, e Luana Gomes, técnica de enfermagem. A vítima apresentava ainda um corte profundo na cabeça e sangrava por um dos ouvidos. Ele foi levado à Santa Casa de Catalão. O hospital não informou o atual estado de saúde do idoso.

O Blog Diante do Fato parabeniza as profissionais de saúde que foram as verdadeiras protagonistas desta história. Em meio ao desespero, elas agiram de forma ética, rápida e humana, valorizando a vida e o bem-estar do próximo.


Na manhã desta segunda feira (16), os policiais militares Sargento Cristiano e Cabo Rodrigues foram empenhados a desenvolver o policiamento Comunitário em Catalão. Foram feitas visitas a Mercearia Mesquita, panificadora Café e Pão e Damasceno Moto Peças. Além de estreitar os laços de companheirismo e amizade com os comerciantes, as visitas tiveram como objetivo a atualização do cadastro “Chamada Mais Segura” e o reforço da disponibilidade da viatura responsável pelo Quadrante 2.

O 18° BPM de Catalão, por meio do núcleo de polícia comunitária, implantou em julho de 2015 o programa “Chamada Mais Segura”. Desde então, mais de 600 comércios foram cadastrados na cidade de Catalão. Com este trabalho próximo à comunidade e em contato constante com comerciantes e empresários da cidade que a PM tem influenciado na redução de crimes envolvendo roubos e furtos em estabelecimentos comerciais.

O Blog Diante do Fato parabeniza a iniciativa e o empenho da Polícia Militar. Todos temos a ganhar com esta parceria entre a policia e investidores. A economia e a segurança são segmentos importantes e alicerces fundamentais para garantir a qualidade de vida de todos os catalanos.


                                                          Giuseppe Vecci

 
Os deputados estaduais do PSDB estão irritados, para não dizer revoltados, como presidente do partido em Goiás, Giuseppe Vecci. Tudo porque o comando do PSDB destituiu “de forma arbitrária”, como diz a nota dos deputados, os diretórios nos municípios de Goiandira, Cumari, Campo Alegre e Ouvidor.
 
Os parlamentares reclamam que não houve consulta aos líderes do PSDB nos municípios citados. E nem os deputados que representam cada região foram avisados.
O 24Horas apurou que Vecci trocou o comando nesses municípios para dar base eleitoral para Júlio Paschoal, pré-candidato a deputado estadual de Catalão e que vai fazer dobradinha com o próprio Vecci.
 
Abaixo, a carta assinada pelos deputados do PSDB:
Fonte: Goiás 24 Horas

Falsas pesquisas eleitorais têm sido divulgadas pelas redes sociais em Catalão por conta da proximidade do pleito que acontecerá em outubro. Só que o compartilhamento de supostas pesquisas – que sequer chegaram a ser registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – configura crime, conforme a nova regulamentação.

Neste domingo (15), começou a circular uma pesquisa de intensão de votos para deputado estadual em Catalão. A falsa pesquisa estava sendo divulgada nas redes sociais como se fosse do Instituto Serpes – respeitada entidade que atua no segmento de pesquisas gerais e intenções de votos em âmbito eleitoral.

Segundo o advogado eleitoralista, Maurício Castilho Soares, quem divulgar ou compartilhar números fictícios pode responder judicialmente por crime punível de até um ano de detenção, além de pagar multa a ser calculada.

“A divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime previsto no artigo 33, § 4 da Lei 9.504. A pena varia de seis meses a um ano de detenção, além de multa. Além da penalidade na esfera penal, há também sanção na esfera cível-eleitoral, pois a divulgação de pesquisa sem registro, gera multa que ultrapassa o valor de R$ 50 mil, a teor do artigo 33, § 3 da mesma Lei,” comentou o advogado.

A divulgação do resultado de pesquisas com relação as eleições ou sobre possíveis candidatos só ocorre após as empresas registrarem a mesma no TSE.

Com relação as pesquisa, os partidos, candidatos, coligações e o Ministério Público poderão requisitar a impugnação da divulgação da pesquisa. O eleitor também pode denunciar o compartilhamento de pesquisas fraudulentas por meio do sistema Pardal, disponível no site do TRE.

De acordo com a resolução do TSE, o registro da pesquisa deve ser feito com antecedência mínima de cinco dias. A divulgação de pesquisa sem o prévio registro e a eventual divulgação de pesquisa fraudulenta constituem crimes, puníveis com detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

Cuidado com as chamadas “fake news”. Não se deixe ser usado(a) ou manipulado(a). Não curta, não comente nem compartilhe. Não se comprometa com informações sem procedência.


              Vítima Renato do Carmo Vital

Em menos de 48 horas e após um intenso trabalho investigativo, a Polícia Militar em Pires do Rio, na tarde deste domingo (15), capturou os três envolvidos no crime que ceifou a vida de Renato do Carmo Vital, de 24 anos. (Relembre o caso)

Jovem é vítima de latrocínio em Pires do Rio nesta sexta-feira 13

O que foi tido como latrocínio passou a configurar tentativa de roubo e homicídio qualificado. De acordo com a PM, desde o crime, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar estava trabalhando em buscas de informações que levassem aos autores do crime. No domingo, após denúncias anônimas e informações da própria polícia, os três envolvidos foram identificados e localizados.

Eles foram capturados entre 13h e 15h. A Policia, munida de mandados de prisão preventiva, apreendeu dois menores (de 14 e 15 anos) e um jovem de 18. Eles são os principais suspeitos e nos locais onde foram capturados a PM ainda localizou a bicicleta usada por um deles e as roupas que usaram no momento do crime.

Os menores foram encaminhados para casa de acolhimento ao menor infrator de Caldas Novas e o jovem de 18 anos está detido na cadeia de Pires do Rio. A Policia Civil aguarda por exames que comprovem a ligação deles ao crime de sexta e o inquérito deste homicídio deve ser apresentado em até 30 dias.


 

Vereadores Rogério Rezende e Deusmar Barreto | Fotos: Reprodução

Os vereadores que aproveitaram a janela partidária referente aos deputados (federais e estaduais) e senadores para trocar de partido podem perder o mandato até o começo do próximo mês.

O período encerrado no último dia 7 permitia a troca apenas para políticos cujo mandato se encerrará em dezembro, o que não é o caso dos vereadores.

De acordo com o advogado Dyogo Crosara, especialista em Direito Eleitoral, os partidos têm um prazo de trinta dias para entrar com uma ação contra os desfiliados. “A partir do momento que ocorrer o julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o vereador já pode ser afastado”, explicou em entrevista ao Jornal Opção.

O presidente da Câmara Municipal de Catalão, o vereador Deusmar Barbosa, é um dos que pode perder o mandato na Casa de leis por infidelidade partidária. Visando candidatura a deputado estadual, o parlamentar se desfiliou do MDB na última semana e foi para o DEM, do senador Ronaldo Caiado.

Em Itumbiara, o vereador Rogério Rezende se desfiliou do PR para também se juntar ao DEM.

Segundo Dyogo Crosara, os políticos só não perdem o mandato em casos em que a saída do partido se dá por justa causa.

Fonte: Jornal Opção

Página 1 de 723123456...1020...Última »